sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Todos estão surdos

Desde o começo do mundo
Que o homem sonha com a paz
Ela está dentro dele mesmo
Ele tem a paz e não sabe
É só fechar os olhos
E olhar pra dentro de si mesmo
Tanta gente se esqueceu
Que a verdade não mudou
Quando a paz foi ensinada
Pouca gente escutou
Meu Amigo, volte logo
Venha ensinar meu povo
O amor é importante
Vem dizer tudo de novo.

Outro dia, um cabeludo falou:
"Não importam os motivos da guerra
A paz ainda é mais importante que eles.
" Esta frase vive nos cabelos encaracolados
Das cucas maravilhosas
Mas se perdeu no labirinto
Dos pensamentos poluídos pela falta de amor.
Muita gente não ouviu porque não quis ouvir
Eles estão surdos!"

Tanta gente se esqueceu
Que o amor só traz o bem
Que a covardia é surda
E só ouve o que convém
Mas meu Amigo volte logo
Vem olhar pelo meu povo
O amor é importante
Vem dizer tudo de novo.

Um dia o ar se encheu de amor
E em todo o seu esplendor as vozes cantaram.
Seu canto ecoou pelos campos
Subiu as montanhas e chegou ao universo
E uma estrela brilhou mostrando o caminho
"Glória a Deus nas alturas
E paz na Terra aos homens de boa vontade".

Tanta gente se afastou
Do caminho que é de luz
Pouca gente se lembrou
Da mensagem que há na cruz
Meu Amigo, volte logo
Venha ensinar meu povo
Que o amor é importante
Vem dizer tudo de novo!
(Roberto Carlos/Erasmo Carlos)

video
***O vídeo é uma versão interpretada por Chico Science e Nação Zumbi.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Esvaziar-se

Esvaziar-se:
de mim
de tudo
de nós
do mundo.

Esvaziar-se
tão completamente:
do sussurro
do passado
do futuro.

Esvaziar-se:
do silêncio
da verdade
do presente
do perigo.

Esvaziar-se:
do terrível
do belo
do horrível
do sensível.

Esvaziar-se
tão completamente:
até repente: ouvir.
- O quê?
um sussurro,
de nós
de tudo
do mundo.

Esvaziar-se:
de nós
de tudo
até ecoar o silêncio.
mudo...
vazio...
mais nada!